Resenhas

Planet Hemp - 18.08.2018 - Credicard Hall, São Paulo, SP

Por André BG | Em 20/08/2018 - 01:56
Fonte: Alquimia Rock Club

Fotos: Daniel Ferreira Rocha

 

Pouco mais de dois meses após seu último show em São Paulo realizado no Templo Music, o Planet Hemp voltou a se apresentar na capital paulista no último sábado, dessa vez no Credicard Hall. O show estava previsto para começar as 23 horas, mas faltando meia hora para a apresentação começar, o número de pessoas nas dependências da casa causava a impressão de que não teríamos um bom público, mas instantes antes do início esse cenário foi mudando rapidamente, com um número bem grande de pessoas entrando na casa e ocupando suas dependências instantes antes da banda entrar no palco, não lotando completamente a casa que tem capacidade para mais de 6 mil pessoas é verdade, mas foi um bom público, principalmente se levado em consideração que esse foi o terceiro show do Planet Hemp na capital  paulista em apenas um ano.

 

Já se passavam alguns minutos das 23 horas quando as luzes se apagaram com o DJ mandando “Blitzkrieg Bop” dos Ramones e “Malandragem dá um Tempo” de Bezerra da Silva, essa última com Marcelo D2 já mostrando sua voz (ainda de fora palco), para em seguida o belo telão se ascender ao fundo do palco para a banda entrar em cena com a introdução de “Não Compre, Plante!”, seguida de “Legalize Já” e “Dig Dig Dig (Hempa)”, um início perfeito, calcado em seu  primeiro álbum “Usuário” de 1995, o suficiente para a banda ter o público nas mãos dali em diante. O hoje sexteto formado por Marcelo D2 (vocal), BNegão (vocal), Nobru Pederneiras (guitarra), Formigão (baixo), Pedro Garcia (bateria) e o mais novo membro Pedro Augusto (teclado e sintetizadores), fez uma show recheado de grandes clássicos, como não poderia ser diferente, já que a banda não lança nenhum álbum de inéditas desde 2000, o que foi um prato cheio para fãs novos e antigos, que agitaram ao som de clássicos como “Fazendo A Cabeça“ que ganhou um arranjo muito interessante de teclado, “Queimando Tudo” e “Ex-quadrilha da Fumaça”. Já a ótima versão de “Samba Makossa” da Nação Zumbi, marcou um dos momentos mais emocionantes da apresentação, com homenagens no telão aos falecidos Chico Science e Chorão. Outros dois covers, dessa vez para os clássicos do Punk Rock nacional “Crise Geral” do Ratos de Porão e “Seus Amigos” da banda Serial Killer fizeram abrir algumas boas rodas na pista do Credicard Hall, sendo esse um dos momentos mais insanos do set list, para logo depois darem uma acalmada nos ânimos mandando uma sequencia mais para a galera cantar, com “Quem Tem Seda?”, “Stab” e “Contexto”, essa última com D2 descendo até a pista para cantar no meio da galera.

 

Obviamente que em um show do Planet Hemp não poderia faltar muita maconha na plateia, embora o show tenha sido realizado em uma casa fechada onde por lei é proibido fumar qualquer tipo de cigarro, os amantes da erva puderam curtir seu baseado tranquilamente, o que diga-se de passagem não gerou problemas em momento algum. E Como de costume, o show também teve seus momentos de protestos, com BNegão e D2 fazendo duras criticas referente varias situações como violência policial e corrupção na politica, obviamente apoiados por todos os presentes.

 

Com a apresentação se aproximando do fim, foi a vez de “A Culpa É De Quem” dar uma boa sacudida na galera antes de BNegão lembrar de antigos membros que passaram pela banda e apresentar a formação atual, para em seguida encerrarem de maneira insana e em grande estilo com “Mantenha o Respeito”. 

 

Falar que um show de uma das maiores bandas do Rock nacional como o Planet Hemp foi incrível é simplesmente chover no molhado, mas também seria sensacional se em breve a banda apresentasse material novo para seus fãs, que com toda certeza estão aguardando ansiosos por novas músicas.

 

 

Set list: 

 

1- Não Compre, Plante! (Intro) 

2- Legalize Já 

3- Dig Dig Dig (Hempa) 

4- Planet Hemp 

5- Fazendo A Cabeça 

6- Queimando Tudo 

7- Maryjane 

8- 100% Hardcore 

9- Raprockandrollpsicodeliahardcoreragga 

10- Zerovinteum 

11- Ex-quadrilha da Fumaça 

12- Phunky Buddha 

13- Samba Makossa (Nação Zumbi cover) 

14- Crise Geral (Ratos de Porão cover) 

15- Seus Amigos (Serial Killer cover)

16- Quem Tem Seda? 

17- Deisdazseis 

18- Stab 

19- Contexto  

20- A Culpa É De Quem

21- Mantenha o Respeito 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



André BG

Apenas um cara que curte futebol, mulher e Rock 'n' Roll, bebe cerveja e torce para o Palmeiras!

Facebook: https://www.facebook.com/andre.alvesbg.5




blog comments powered by Disqus