Shows

Sesc Belenzinho promove, no projeto Música Extrema, apresentação da banda mineira Mutilator

Por André BG | Em 06/05/2019 - 00:36

Fonte: Sesc Belenzinho


Foto: Claudio Calisto Costa

 

Em maio, o Sesc Belenzinho traz mais uma edição do Música Extrema,  projeto musical com shows de gêneros e estilos como o noise, heavy metal, hardcore e grindcore. Desta vez, sobe ao palco da Comedoria, no dia 11, sábado, a banda de Death/Thrash Metal Mutilator.

 

Formada em Belo Horizonte (MG) no início de 1985 pelos irmãos Rodrigo e Ricardo Neves (bateria e baixo, respectivamente), a banda surge em plena ebulição das bandas do Metal Extremo nacional. Influenciado por Venom e Possessed, o grupo grava sua primeira demo tape, contando com os irmãos Neves na bateria e baixo, Alexander Magoo [1971-1997] e Kleber nas guitarras, além de Sílvio Gomes "S.D.N." nos vocais. Um ano depois, o grupo participa da coletânea Warfare Noise I com as faixas Believers in Hell e Nuclear Holocaust. O álbum, lançado pela Cogumelo Records, reúne, além do Mutilator, as bandas mineiras Sarcófago, Chakal e Holocausto.

 

Ainda em 1986, o grupo destaca-se ao abrir diversas apresentações do Sepultura. Em 1987, já sem a presença de Sílvio Gomes – que estava envolvido com a parte empresarial da banda dos irmãos Cavalera – o Mutilator lança seu debut, Immortal Force, contando com Kleber nos vocais. 

 

Em 1988, um problema de saúde de Rodrigo Neves culmina em sua saída e de seu irmão da banda. Desta forma, Kleber e Magoo prosseguem com o grupo, com uma sonoridade mais distante do Death e mais próxima ao Thrash Metal. Into The Strange sai no mesmo ano com Magoo na guitarra e vocal, Kleber no baixo e vocal, C.M. Scarpelini na segunda guitarra e Armando Sampaio na bateria. 

 

Apesar da qualidade do material, o lançamento teve pouca visibilidade, o que culminou no término da banda, em meados dos anos 1990.

 

Em 2018, após um convite a Ricardo e Rodrigo Neves, feito pela equipe do canal online E Aí Cara?, o Mutilator é reformulado, a princípio para participar do festival em Belo Horizonte em celebração aos quatro anos do canal, mas posteriormente como um retorno efetivo aos palcos. Ao fim do mesmo ano, o grupo regrava a faixa Nuclear Holocaust, marcando assim a nova fase. 

 

A formação atual conta com Rodrigo Neves (bateria), Ricardo Neves (baixo), Kiko Ianni (guitarra), Luiz Sepulchral (guitarra) e Delei Reis (vocal). Para 2019, após o show no Sesc Belenzinho, está previsto o lançamento de um EP com cinco faixas inéditas.

 

Serviço:

MUTILATOR

Dia 11 de maio de 2019. Sábado, às 21h30

Local: Comedoria (500 lugares)

Ingressos: R$ 20,00 (inteira); 10,00 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor da escola pública com comprovante) e R$ 6,00 (credencial plena do Sesc - trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes. Ingressos disponíveis pelo portal Sesc SP (www.sescsp.org.br) e nas bilheterias das unidades do Sesc. 

Recomendação etária: 18 anos

Duração: 90 minutos

 

Sesc Belenzinho

Endereço: Rua Padre Adelino, 1000.

Belenzinho – São Paulo (SP)

Telefone: (11) 2076-9700

www.sescsp.org.br/belenzinho

 

Estacionamento:

De terça a sábado, das 9h às 22h. Domingos e feriados, das 9h às 20h.

Valores: Credenciados plenos do Sesc: R$ 5,50 a primeira hora e R$ 2,00 por hora adicional. Não credenciados no Sesc: R$ 12,00 a primeira hora e R$ 3,00 por hora adicional.

Para espetáculos pagos, após as 17h: R$ 7,50 (Credencial Plena do Sesc - trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo). R$ 15,00 (não matriculado).

 

Transporte Público:

Metro Belém (550m) | Estação Tatuapé (1400m)

 



André BG

Atual Editor Chefe

Apenas um cara que curte futebol, mulher e Rock 'n' Roll, bebe cerveja e torce para o Palmeiras!

Facebook: https://www.facebook.com/andre.alvesbg.5 

Instagram: https://www.instagram.com/andrealvesbg/




blog comments powered by Disqus